Há muita incerteza entre os anunciantes sobre como será um mundo sem cookies. E embora as atualizações dos navegadores e as alterações das políticas de privacidade ainda estejam evoluindo, a única coisa que sabemos – sem dúvida – é que investir em “first-party data”...